Democracia é o nosso forte.

*De um lado, os “300” (grupo de amigos adoráveis do Matheus), de outro, as “Meninas” (grupo de amigas mais adoráveis ainda da Fernanda). Os dois grupos falando sobre o casal:

                                                bloggg

-Caralho mlk o Teteu vai casar!!! Quem diria….

-Gente, vocês acreditam que a Fê vai casar?? Sério, quem diria…..

– Aí a festa vai ser “dargalááááxia”!!!!!! (gíria deles)

– Amigas, vocês já viram a cor dos vestidos? Ai já to nervosa por ela!!!!

– Mermão! O TETEU. Como assim?!?

– A Fê vai ser a primeira de nós, que liiiiiiindo…..

– Aí, vai dárruim! (outra gíria) Vai têmuitamuléééé!!!!!!!

Melhor parar por aqui.

===

Foi difícil conciliar horários e dias para que Matheus e Fernanda estivessem sempre juntos na hora de comprar os materiais para a obra do apErtamento.

Recorremos à Inez:

– Como os meus horários são mais malucos, eu acho que eu tenho a preferência. – me defendi.

– Exatamente por isso acho que EU deveria ir porque meus horários vão bater mais com os da decoradora, disse Matheus. Foi infeliz o Matheus.

Nunca, JAMAIS. Em hipótese alguma um homem compromissado (digo em qualquer nível de relacionamento – noivo, namorado, peguete, marido) deve ter horários que “batam” com os de outra mulher.

Começaram os argumentos dele de defesa:

“AH MAS ERA A DA DECORADORA” (como se decoradora fosse assexuada)

– Não interessa, é mulher.

“MAS ELA É AMIGA DA FAMÍLIA HÁ ANOS.” (ASSA. Argumento Sem Sentido Algum)

– Não importa.

“PELO AMOR DE DEUS, VOC^—-” (Opa, perdeu.)

– Não desvalorize o nome do Senhor. (defender as forças superiores sempre nos dá um quê de razão na discussão.)

Inez interferiu: Façam assim, sejam sinceros e escrevam prós e contras para decidir quem vai às compras com a decoradora.

1

2

3

(tempo pro Matheus escrever – Demorou muito pouco, não deve ter bons argumentos)

1

2

3

4

5

6

7

(tempo para eu escrever – Fiz uma lista completa!!!)

“Ok!”, interrompeu Inez como se dissesse “STOP!!!!!!” na adedanha-de-papel. – Mostrem para mim.

Matheus:

“Momossinha (ele me chama assim. Lindo!) pode acabar se enrolando nas marcações com a decoradora devido aos seus horários confusos.” – Nada a ver!!!!!! Continuou: “E eu já sei que, se por qualquer motivo, ela se esquecer de algum encontro ou não conseguir chegar a tempo, a culpa vai ser minha” – Pouco de razão pra ele. E terminou: “Por isso, EU deveria ter a responsabilidade de acompanhar a decoradora, e claro, sempre que a Mel (me chama assim também, Adoro!) puder, ela vai junto.” – Diplomata, mas não convenceu, tenho certeza pela cara da Inez.

Fernanda:

“Fernanda é mulher.

Matheus é homem.

Fernanda tem o direito de escolher os materiais.”

Rimos os três juntos e ficou decidido: eu iria às compras.

7 pensamentos sobre “Democracia é o nosso forte.

  1. Assim que é legal, o casal mantendo as amizades de cada um “em dia”… Na minha opinião isso é muito importante para o relacionamento do casal não ficar monótono…

  2. Julius, pai do Chris, já dizia: uma coisa que aprendi em relação às mulheres é que mesmo quando você está certo, você está errado.
    Triste realidade.

  3. Não consigo parar de ler as histórias, muito engraçadas, tipo comédia da vida privada! Kkkkk… Mas está meio desatualizado né? Você parou de escrever? Não para não PLEASE! BJSSS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s